Pesquisar neste blog

quarta-feira, 19 de outubro de 2016

josue53

COMEM DO MANÁ E MORREM

O Livro de Josué – parte 53

Tabernáculo Doutrina da Mensagem
Francisco Morato SP – 11 Abril de 2008
Ir. Rosendo

Ao Passar o Jordão
Quando o Jordão passarmos unidos,
E entrarmos no céu, veremos lá,
Como areia da praia os remidos,
Oh! Que gloriosa vista será!

Tantos como a areia da praia!
Tantos como a areia do mar!
Que gozo sentirá, Todo o salvo pois verá,
Sim, tantos como a areia da praia!

Quando virmos os salvos do mundo,
Que a morte jamais alcançará,
Se saudarem com gozo profundo,
Oh! Que gloriosa vista será!

Lá na margem do rio da vida,
Onde paz e justiça haverá,
Nós veremos a terra prometida;
Oh! Que gloriosa vista será!

Quando Cristo Jesus contemplarmos,
Coroado no céu como está,
E prostrado aos Seus pés adorarmos,
Oh! Que gloriosa vista será!

1 - Louvado seja o Senhor! Ficaremos surpresos não é? A gente as vezes se reúne com tão pouca gente, e quando estivermos juntos vai ser aquela grande multidão como areia da praia incontáveis não é?! Não tem como contar, a Bíblia chama de milhares de milhares. Ficaremos surpresos, de onde vieram tantas não é?!
– “De onde veio tanta gente? Eu pensei que era só nós.”
Pois bem. Vamos nos colocar de pé. Vamos ler as escrituras mais uma vez, em reverencia a Palavra de Deus vamos ficar em pé para lermos as escrituras. Se alguém poder abrir esse microfone aqui só um pouco. Nós vamos ler como fizemos no culto anterior. Josué capítulo 5 versículo 12, vamos ler as escrituras.

2 - Louvado seja o Senhor! E assim vamos continuar mais um dos nosso cultos, onde estaremos fazendo alguns comentários a respeito desse tema tão importante para nós sobre “O Livro de Josué” e de Efésios, que representa para nós neste tempo que estamos vivendo. Josué capítulo 5 versículo 12 está escrito
E cessou o maná no dia seguinte, depois que comeram do fruto da terra, e os filhos de Israel não tiveram mais maná; porém, no mesmo ano comeram dos frutos da terra de Canaã. Está também assim na versão que vocês estão lendo? Está assim? 12 E cessou o maná no dia seguinte, depois que comeram do fruto da terra, e os filhos de Israel não tiveram mais maná; porém, no mesmo ano comeram dos frutos da terra de Canaã. [Amém].

3 - Senhor nosso Deus, humildemente diante de Ti nós estamos neste instante, e Pai nós estamos felizes, contentes, satisfeitos por o Senhor nos ter ajudado, nos abençoado e nos trazido até aqui, e se Tu começaste essa boa obra em nossas vidas, nos nossos corações, renovando o nosso entendimento, Tu levarás isto até o final e nos aperfeiçoaras oh Senhor, de acordo com a Tua Vontade Soberana e Perfeita como está registrada nas escrituras sagradas. Te agradecemos pela oportunidade que temos de mais uma vez aprendermos do Senhor no Teu santo templo, no lugar onde o Senhor habita, e estamos em um lugar, em um santuário que tem sido consagrado para adoração do Deus Todo Poderoso, mais também Pai estamos habitando em um corpo de carne onde o senhor também está habitando. E assim como Tu tornastes um com o Teu Filho por habitar no Seu Corpo, Tu também se torna Um conosco quando nós recebemos esta promessa, esta Palavra, este Espírito Santo, porque é promessa das escrituras para que todos sejam Um. No Nome de Jesus Cristo nos ajuda mais uma vez, e que possamos sairmos daqui abençoados com a Benção da Tua Palavra para a Glória do Teu Santo Nome Senhor Jesus nós oramos e Te pedimos amém. [Amém]. Amém. Podeis sentar.

4 - No culto que nós tivemos na quarta-feira, aliás, no domingo à noite, nós falamos sobre “Canaã – Uma Nova Estação”, e nós vamos continuar com este tema, porque dentro desta Nova Estação algo aconteceu, que foi o maná cessou de cair para o povo de Israel. No outro culto nós então fizemos um levantamento (vamos chamar assim), nas escrituras onde nós focalizamos a nossa atenção apenas para o acontecimento, o que era o maná, como ele caia, aparência que tinha, o sabor, todas estas coisas. E aquele povo comeu durante quarenta anos, durante quarenta anos eles se alimentaram daquela coisa redonda e miúda como semente de coentro, e que tinha gosto, sabor de pão de mel. Quarenta anos se alimentavam daquilo. Milagrosamente supriu todas as necessidades daquele pessoal, daquele povo.

5 - Isto não é diferente do que Deus tem feito durante todo este tempo que nós temos caminhado, vindo de lugar em lugar, de denominação em denominação, de igreja em igreja, até que nós temos tido o conhecimento da mensagem, e depois passamos por tantas etapas, tantas fases dentro da própria mensagem, e até alcançar uma estatura mais elevada no nosso aprendizado, no nosso conhecimento, foi um tempo onde Deus também supriu nossas necessidades. E Ele foi suprindo essa necessidade a tal ponto, que você tem que chegar a um estágio onde já não vai mais depender que este maná caia do céu para você, porque aquele povo estava em busca de uma terra, e eles tinham que se alimentar daquela terra. Então, você percebeu no culto anterior que vai chegar o momento, ou chegou para você, ou para alguém vai chegar, porque Deus testa a nossa capacidade não é? Até que ponto estamos dispostos. Então, nós aprendemos que aquelas pessoas que pegaram a cada dia a sua porção e conviveram com aquilo, elas se nutriram a tal ponto que chegou o momento que elas não tinham mais que esperar isto vir do céu, isto tinha que estar nelas, na sua própria capacidade de plantar e colher.

6 - Então, se a Palavra de Deus é a semente, ou se a semente é a Palavra de Deus, e se durante todo este tempo você vem se alimentando da Palavra, da mensagem, um pouco aqui, um pouco ali não é? Dependendo de onde você estava, qual situação você estava, que medida de fé Deus poderia derramar no teu coração, chega-se um momento que você alcança uma estatura tal, a ponto que o maná pode cessar de cair, porque aquilo já está em você, porque durante todo o processo do maná descendo a cada dia uma porção, você sabe que isto era para um propósito. E eu quero chamar a vossa atenção para um fato, que a suspensão do maná assinalou um período, que era o fim do período da igreja no deserto, e o começo da era da Noiva. Vocês estão lembrados que eu falei isto no outro culto? [Amém].

7 - O irmão Branham foi muito especifico quando ele diz em que era estamos, em que tempo estamos. E ai surgem muitas perguntas a respeito da era, ou da última era.
– “Laodicéia acabou?”
E quando fizeram esta pergunta para William Branham, ele disse:
– “Não. Eu não disse que acabou. Ela vai até o Rapto.”
Mais ou menos assim suas palavras. E por outro lado ele disse que isto também já passou, que Laodicéia já acabou, isto para a Noiva, porque a Noiva se encontra em outra era. [Amém]. E isto é chamado de:
1)     - A era da Noiva,
2)     - A era da Palavra,
3)     - A era do grão,
4)     - A era do olho,
5)     – A erada cabeça,
6)     – A - era do juízo, todas estas designações que faz parte da cabeça, pescoço para cima, e não mais dos ombros para baixo. Porque apenas dos ombros para baixo refere-se a igreja, refere-se a igreja como um todo, mais quando se trata da Pedra de Coroa, já não é mais a igreja, é Cristo em vós, a esperança da glória. [Amém]. Por isto o profeta disse:
– “Estamos na era da Noiva.”

8 - Então observe isto aqui: a suspensão do maná assinalou o fim do período da igreja no deserto, e então, abre-se as portas ali, ou o começo da era da Noiva, e isto é em tipo e em figura. O maná sustentou Israel durante toda sua viagem no período de quarenta anos. O maná era um alimento nutritivo que eles necessitavam, mais era algo temporário que Deus deu para eles, Deus tinha provido para eles até que eles se estabelecem em Canaã. Então, isto foi também um tipo do Espírito Santo. E veja que eu estou falando tudo isto antes para depois quando lermos a mensagem, mesmo que você não chegue a captar o que William Branham está dizendo, mais eu já estou facilitando antes da leitura para que você possa compreender estas coisas.

9 - O maná foi também um tipo do Espírito Santo, que caiu continuamente em porções pequenas, em pequenas medidas durante as eras da igreja, e era o maná, era a Palavra, mais quem quiser se alimentar hoje de um maná luterano estará comendo coisa estragada, quem quiser hoje se alimentar ou se nutrir através do maná que caiu no tempo de Wesley, aquilo hoje é alimento estragado. Então, o que nós encontramos durante toda essa história é que: as eras da igreja produziram vidas de igrejas, as eras produziram vidas de igrejas. Mas nunca, nunca puderam produzir uma Noiva para o Rapto.

10 - Durante todas estas dispensações e eras onde porções do maná veio caindo, aquilo produziu vidas de igreja, as pessoas se integravam na igreja, na comunidade e procuravam viver santamente, e saia do mundo, e saia, deixava de fazer as coisas que para Deus era abominável, e se unia a igreja e viviam da melhor forma possível, mas nunca passaram disso, porque aquelas pequenas porções, o alimento temporário que Deus foi dando para que isto fosse amadurecendo, eles pudessem ir crescendo até que no final pudesse sair a Noiva Palavra que é tirada da igreja. Vê? Durante todo esse tempo nunca se produziu uma Noiva para o Rapto.

11 - Vamos ler alguma coisa na mensagem agora. E nós vamos ler muitas coisas neste culto aqui. Na mensagem ESCOLHENDO UMA NOIVA – 29 de Abril de 1965 – Trad. – GO, a tradução feita pela Palavra Original é o parágrafo 81. ESCOLHENDO UMA NOIVA parágrafo 81, depois vocês que tem em casa a nova que chegou Escolhendo Uma Noiva não é? pela gravação A Voz de Deus, vocês poderão fazer as comparações, onde, em que parágrafo estar, se é mais para frente ou mais para trás. Mas na tradução que temos aqui no Brasil é p parágrafo 81
“Quando Israel saiu do Egito... agora é o irmão Branham nos falando sobre a trajetória de Israel. “Quando Israel saiu do Egito, estando a caminho da terra prometida, ali havia aproximadamente dois milhões de pessoas. Uma quantidade que o irmão Branham está nos mostrando aqui. Cada uma delas estava sob o mesmo cordeiro sacrificado, ou não teria vivido. Cada uma delas ouviu ao profeta Moisés. (Aquelas pessoas) Cada uma delas foi batizada no Mar Vermelho. Cada uma das mulheres dançou com Miriam de um lado para o outro ao lado do – na margem do mar quando Deus destruiu o inimigo. Cada uma delas estava ao lado de Moisés e o ouviu cantando em Espírito.

12 - Veja. Nesta quantidade de quase dois milhões de pessoas, o irmão Branham está nos mostrando que eles foram participantes de cada acontecimento durante aquele período. E ele continua;
Cada uma delas comeu do maná que caía do céu no deserto: ... se alimentaram ou teriam morrido ...maná novo todas as noites, (ou todo amanhecer) que é um tipo da mensagem. Observe isto aqui: ...que é um tipo da mensagem. Cada uma delas comeu dele. Mas dos dois milhões, quantos conseguiram? Dois: um de cada milhão...”  

13 - Observe isto: todos saíram do Egito, se regozijaram, todos ao cruzar o Mar Vermelho dançaram juntamente com Miriam, todo viram Moisés cantando o hino no Espírito, todos foram direcionados e seguiram o Pilar de Fogo, todos se alimentaram daquele maná, mas daquele dois milhões somente dois que alcançaram o final. Agora, William Branham disse que isto é um tipo, um tipo do tempo quando estaria acontecendo o Terceiro Êxodo. Aquele foi o primeiro êxodo, e aqui nós estamos no terceiro e último êxodo, outra vez uma saída. Uma igreja tem que sair de outra igreja. Primeiro se sai do Egito, primeiro Israel saiu do Egito, Israel sai do Egito, denominação fica para trás e o que sai é igreja. A igreja que saiu do Egito caminhou pelo deserto, desses que caminharam pelo deserto Deus ainda tirou a Noiva. A Noiva sai da igreja.

14 - Todos comeram do maná, e William Branham disse que o maná é um tipo de que? Eu vou ler para vocês para da próxima vez vocês responderem.
Cada uma delas comeu do maná que caía do céu no deserto: maná novo todas as noites, que é um tipo da mensagem.
Então meus amigos, aqueles que vem também, e comem, e se alimentam da mensagem, eles poderão morrer também a qualquer momento, e não alcançarão o final de sua jornada, e não serão selados com o Espírito da promessa, e nunca possuirão Canaã, porque sempre ficarão para trás do rio Jordão. Sempre ficarão para trás. E precisa-se alcançar Canaã que é a nova estação, a nova terra, a Terra do Espírito. Isso não significa nada, ouvir a mensagem, gostar da mensagem, se alimentar da mensagem, se batizar na mensagem, frequentar a mensagem, isto não significa nada.

15 - Mensagem VÉU A DENTRO. Esta mensagem Véu a Dentro a data dela é do dia 1 de Janeiro de 1956 – Trad. – GO. Bem, na realidade o título dessa mensagem é: Parte inferior do formulário(Porque as Pessoas são facilmente movidas de um lado para outro), mais o título dela que colocaram aqui no Brasil é: VÉU A DENTRO. Geralmente os sermões do irmão Branham sempre tinha dois títulos, como “O Nascer do Sol e o Poder Vivificador”, “Religião Híbrida, Condenação Por Representação”, sempre tinha um título e um subtítulo, eu não sei qual desses dois é o título e subtítulo desta mensagem, mais a do dia 1 de Janeiro de 56, que nós conhecemos como VÉU A DENTRO, o título desta mensagem é: (Porque as Pessoas são facilmente movidas de um lado para outro), vê? Ou “Porque as pessoas são tão flutuantes?” Olhe o que ele pregou nesta mensagem.

16 - Parágrafo 91 – “Agora, vemos que essa mesma coisa ocorre no Cristianismo. Que coisa? O que aconteceu com Israel. Muita gente, antes das nove, tem fome. Vocês têm uma porção de acampamentos – (como eu diria?) – acampamento de estrelas? Muita gente vai ao culto... quer dizer, o acampamento que as pessoas vão é como um acampamento de estrelas, observe por quê. Muita gente vai ao culto e se regozija, grita e louva ao Senhor enquanto o Espírito de Deus está caindo; ... então, a alegria, enquanto Deus está falando, enquanto Deus está tocando seu coração, a pessoa estão ali se regozijando ...toda condenação sai de seus corações. Porque a Palavra é para isto, é para tirar tudo que há de errado de você. E tão logo como... um dia ou dois depois do reavivamento, se encontram de novo no velho moinho; e sem dúvida estavam comendo Maná.

– “Olha, mais eu me sentir tão bem no culto. Deus falou comigo e eu chorei, eu me arrependi, eu prometi que ia mudar de vida. Me ajoelhei no altar e disse: ‘Senhor, eu vou mudar de vida. Eu não quero viver mais assim.’ Fiz um concerto com Deus enquanto a Palavra estava compungindo o meu coração.”

Na hora. Um dia ou dois depois volta-se aquela mesma vida, a praticar os mesmos atos, a fazer as mesmas bobagens, e criancices de antes.

17 - O irmão Branham diz: “mais estava comendo maná.” E o maná representa o que? A mensagem, correto? [Amém]. É um tipo da mensagem. Então, as pessoas estão ouvindo a mensagem, estão aprendendo a mensagem, e a mensagem é o Alarido de Deus, é o grito de guerra, é o “sai dela” povo meu, é o despertamento, veja, é o “deixa este mundo”, “Vamos dizer adeus a este mundo e ir embora.” As pessoas estão se alimentando disto: da mensagem! Mais no entanto,
...um dia ou dois depois do reavivamento, se encontram de novo no velho moinho; e sem dúvida estavam comendo Maná. 91 Muitas pessoas vêm a Cristo... as quais nunca têm sido capazes no mundo Pentecostal de fazer as pessoas pentecostais virem esta Verdade fundamental. É muito difícil porque cada igreja tem sua doutrina, e ouvem o pastor delas diariamente e ao evangelista dizer algo.

18 - O problema é isto, é que as pessoas ouvem uma coisa e depois escuta outra, então, aprende um pouco aqui, quer aprender outro pouquinho ali, e fica nessa doideira, como dizem ai fora. Nunca se firma na Verdade, na realidade aprende, aprende, mais nunca chega ao pleno conhecimento da Verdade, porque eles não podem se identificar com a Verdade. Quando um cristão se identifica com a Verdade, a Verdade satisfaz esta pessoa. [Amém]. Vê? A verdade satisfaz. Eles dizem: “Oh, eu o tenho, que diferença faz”; ... isto é o que as pessoas dizem. Veja bem o pensamento do irmão Branham aqui: É muito difícil porque cada igreja tem sua doutrina, e ouvem o pastor delas diariamente e ao evangelista dizer algo. Eles dizem: “Oh, eu o tenho, que diferença faz”; ... quer dizer:
– “Eu já escuto, eu já estou na mensagem. Eu estou na Verdade. Eu já sou batizada, ou isto ou aquilo. Que diferença isto faz? Porque tem que agora levantar a bandeira com qualquer outro assunto? Que novidade é esta?”
E todas estas coisas.

19 - Irmão Branham continua ...porém eles falham em ver esta Verdade.
– “Eles falham em ver esta verdade.”
– “Que verdade William Branham?”
– “Que mesmo comendo do maná poderão morrer, mesmo comendo do maná pode nunca alcançar o outro lado.”  Vê? Vamos continuar.
98 Agora, vamos rapidamente ao segundo ponto. Que faz com que as pessoas vão e comam do Maná e logo antes que escureça já estão famintas? E as pessoas vão as campanhas; e muitos sintonizam o rádio e ouvem um bom sermão e se regozijam; ... naquele tempo era bom um rádio não é? agora é acesso à internet ...e se regozijam; muitos assistem a igreja, ouve um bom sermão, regressam a seus lares felizes. Vê? Porque ouviu. Porém, que coisa é essa que vem e tira esse gozo de você na primeira dificuldade que se apresenta?

20 - Não é na primeira bonança não, não é quando as coisas estão tudo bem, é na primeira dificuldade que se apresenta, então, é como que se você não tivesse aprendido nada sobre aquilo. É quando vem as primeiras tentações na frente, é como se você rapidamente se esquecesse de tudo que escutou, de tudo que a mensagem te disse, de tudo o que culto, do que você aprendeu no culto. O irmão Branham está dizendo: “O que será que faz isto?”
Que faz com que as pessoas vão e comam do Maná e logo antes que escureça já estão famintas? E as pessoas vão as campanhas; e muitos sintonizam o rádio e ouvem um bom sermão e se regozijam; muitos assistem a igreja, ouve um bom sermão, regressam a seus lares felizes. Porém, que coisa é essa que vem e tira esse gozo de você na primeira dificuldade que se apresenta? Seguramente se você está ouvindo a Palavra e sua alma se regozija na Palavra, é do Espírito Santo que você está comendo. 101 Veja, sua fé ancora você em Cristo. Isso é intelectual. Você crê nisso; o aceita; diz que é correto. Você O reconhece como a Verdade, e que você é um cristão. Então você tem Vida eterna por crer nisso. Assim você tem entrado em Deus; você está no acampamento. O Maná está caindo e você o está comendo. 102 Tem notado você uma coisa estranha; que a multidão que se alimentava do Maná era mista? ...

21 - Está aqui um assunto que me deixou com muita curiosidade, e que me despertou para muita coisa dentro da mensagem, foi quando eu li a mensagem: DEUS GUARDA SUA PALAVRA. E percebi ali o irmão Branham falando isto, “que é uma multidão mista”, e eu achava que todos que viesse, que saísse da denominação e viesse dizendo que cria na mensagem eu achava que eram todos parte da Noiva, e muitos pensavam assim. Mas William Branham nunca disse isto, ele nunca ensinou tal coisa, era um sonho, ilusão que tínhamos. Mas quando ele vem e diz: “Era uma multidão mista.” Quer dizer: misturada. E desta multidão que vem para a Palavra é daqui, é daí que Deus vai separar os Dele. Vê? Então, ele está fazendo esta pergunta aqui para você.

22 - Parágrafo 102 - 102 Tem notado você uma coisa estranha; que a multidão que se alimentava do Maná era mista? Gente que é pecadora, que não aceita ao Senhor Jesus, pode regozijar vendo a obra de Deus, curando aos enfermos; se alegram com as pessoas que atuam corretamente; podem abrir seus corações e se alegrarem num sermão que tem sido pregado sob a unção. E esse é o mesmo Maná que o cristão está comendo. O vê você? Tanto o cristão come como o incrédulo também come e se regozija com o Maná de Deus. 103 Então recordem vocês minha doutrina aqui no Tabernáculo: você tem que seguir a Deus em três, porque Ele é perfeito nisto.  
23 - Então, paramos aqui um pouquinho para meditarmos agora. Ele disse antes que o problema era com as pessoas, porque elas ouviam seus pastores e evangelistas sempre e sempre, e elas diziam:
– “Nós já temos isto. Nós já aprendemos essas coisas. Nós já sabemos disso e até mais do que isto. Então, o que precisa mais para mim?”
E ele disse – “O problema é isto, é a doutrina que elas ouvem.”
E a doutrina que elas escutam por não ser corretamente a Verdade ou 100% a Verdade, por ter apenas 1% de mentira inserido ali. Então, aqueles 99% vai dá vida aquele 1%, e assim os genes da morte, da incredulidade entra ali, infiltra naquela vida, naquele coração e nunca há uma mudança de natureza, nunca há uma mudança de comportamento, porque também não tem acontecido uma mudança de coração, de renovação, de entendimento, e se é assim, então nunca haverá uma transformação de corpo para tais pessoas.

24 - Então preste bem atenção nisto aqui, ele disse: o problema era a doutrina que as pessoas sempre estavam escutando este e aquele. E aqui ele diz: vocês agora lembre-se:
Então recordem (não esqueçam) vocês minha doutrina aqui no Tabernáculo: você tem que seguir a Deus em três, porque Ele é perfeito nisto.
Então, ele está explicando sobre o Maná, ele está explicando sobre o povo de Israel, o que aconteceu com eles, que mesmo comendo do Maná eles pereceram, e ele disse que o Mana é um tipo da mensagem, significando que mesmo você se alimentando da mensagem do dia, você pode perfeitamente perecer como o povo de Israel pereceram. E ele explica agora o porquê isto.
104 Agora, nos perguntamos o porquê. Encontramos que o Maná se desvanecia. Caia pela manhã, pela madrugada eles recolhiam logo cedo, comiam durante o dia, a noite aquilo estava podre. Se eles guardassem para comer depois aquilo apodrecia. Eles tinham que ir no outro dia buscar mais, e assim aconteceu por quarenta anos. E aqui meus amigos ele diz:
Encontramos que o Maná se desvanecia. Caía na terra, logo desaparecia; voltava a cair; e então desaparecia, cada dia. Já às nove da manhã se havia ido. Veja isto. 105 Tenho me encontrado com pessoas que estão na igreja e se regozijam; e as vejo sair da igreja; e talvez na segunda ou terça, vivendo uma vida alheia... então, as pessoas lá foram dizem:
– “Mais não era crente? Aquela moça não é de tal igreja? Aquele jovem não frequenta tal lugar? E por que eu estou vendo ele assim? Envergonhando o Evangelho?”

25 - E assim os outros que são fieis a Palavra também levam este nome dessa carniça podre que sempre procura estar junto, sempre procura estar junto também, então todos ficam com o mesmo fedor. Vê? Esta é a verdade. E por que será que a ideia de crente, de ser crente tem se tornado uma coisa até mesmo abominável para os olhos de muita gente? Antes, um cristão por levar o nome de “cristão”, de crente, evangélico, era respeitado, hoje não, as pessoas dizem:
– “Eu odeio crente. Eu odeio fazer negócio com crente.”
Porque estes fajutos crentes, eles compram e não pagam, eles prometem e não cumprem, eles vivem de acordo com o mundo, eles vivem qualquer classe de vida, que não deveriam nem ser chamado de homens e mulheres, mas sim de animais irracionais, e levam nome de crente, de cristão. Vê?

26 - Veja aqui o que o profeta está dizendo nesta mensagem. Parágrafo 105 -  105 Tenho me encontrado com pessoas que estão na igreja e se regozijam; e as vejo sair da igreja; e talvez na segunda ou terça, vivendo uma vida alheia, (diferente daquilo que viviam na igreja) voltam ao cristianismo. E o homem ou mulher, seja quem for, volta novamente, estreita sua mão e diz: “Eu não quero fazer estas coisas.”
– “Eu não quero viver assim.”
Daí a pouco volta outra vez, e volta lá no mundo, estão do mesmo jeito. O profeta diz: Você lamenta por eles. É lamentável. 106 Você tem visto pessoas aceitarem a cura divina e dizerem: “Oh, sim eu o vejo. Está na Palavra. Oh, graças ao Senhor; eu creio.” E logo saem por uns dias, e a primeira pequena tormenta que os atinge, eles voltam novamente. Você o tem notado, e é a verdade; e eles não podem evitar. Então, que é que sucede? Qual é a razão pela qual sucede isto? 107 Agora, notem. Agora, notamos que este maná, quando ele caía - Deus o enviava para prover vida aos filhos de Israel em sua jornada... Logo Deus disse a Moisés e a Arão que fizessem uma panela dourada, e que a enchessem de maná e que a pusessem no lugar santo, o mais Santo dos lugares Santos na Arca. Este maná seria posto perto da Arca e nunca se corromperia, nunca envelheceria, nunca perderia sua doçura; ele era sempre bom ali dentro.

27 - Então, nós temos que comer é deste maná que não apodrece, e este maná tem que estar dentro da Arca, e acredito que vocês ainda lembram o que a Arca representa, não lembram? Alguém pode dizer o que a Arca representa? William Branham disse: “A Arca representa a Palavra.” Não tenha medo de responder, porque não é possível que depois de cinquenta e três, cinquenta e cinco cultos falando sobre este assunto vocês não aprenderam ainda. Se não, eu vou repetir tudo de novo. Não me canso de repetir tudo de novo.

28 - Pois bem ...nunca envelheceria, nunca perderia sua doçura; ele era sempre bom ali dentro. 108 Tem encontrado você com alguma pessoa que tenha estado ali, e tem provado, e que está vivendo desse Maná? É uma pergunta, se você tem encontrado alguém que já comeu deste Maná. Você pode encontrá-lo na segunda, terça, quarta, quinta, sexta, sábado ou domingo; dia nublado, dia claro, dia triste, se as coisas estiverem certas ou erradas; ele é sempre dócil; sempre cheio de amor; nem faz e nem fala algo incorreto – ele estará vivendo sob a glória de Deus. Nunca estará faminto. Ele não necessita ir à igreja para se restabelecer. Ele está sempre cheio de Deus. [Amém]. Vê?

29 - Porque o maná realmente tem que cessar? Se não as pessoas ficam acostumadas a ir buscar um pouquinho... – “E vou ali atrás de outro lugar, e talvez em tal lugar tenha a Palavra. Talvez em tal lugar é melhor do que o outro lugar.”
E talvez isso, e talvez aquilo. A mensagem tem que estar em você! A Arca tem que estar em você! Se a Arca é um tipo da Palavra, onde a Palavra de Deus deve estar? Ãn? A Palavra tem que estar em você! Porque Ela tem que se encarnar em corpos de carne uma vez mais. [Amém]. Foi o que o profeta de Deus nos ensinou. Então, se a Arca está em você, se a Palavra está em você, se o Maná que é um tipo da mensagem está em você, você precisa do que? Você não precisa ir em igreja, você não precisa de pastor, você não precisa de ministério, você não precisa de companheirismo, você não precisa de nada, tudo que você precisa é de Deus. [Amém]. E é Deus que as pessoas não querem, elas querem subterfugio, menos Deus. Porque quando elas tem Deus, então, todas estas coisas que eu vos falei se alinham perfeitamente.

30 - Vamos continuar, porque nesses estudos nós estamos mais lendo a mensagem, comentando menos. Deixe-me ver aqui. Então, observe. 109 As pessoas vão a igreja e ali estreitam sua mão, riem e lhe chamam um irmão. Fora da igreja eles dirigem um negocinho ilegal... agora, eu não preciso apontar quem quer que seja, ou estar dizendo:
– “Olha, você está fazendo uma coisa ilegal. O que você está fazendo não está certo. O que você está fazendo é contra a lei.”
Será que o Espírito Santo em você não compugne tua vida, teu coração e não diz que isto é ilegal ou não? Vê? Ou realmente teremos que dá nomes aos bois muitas vezes? Para poder as pessoas saberem se estão ou não vivendo na ilegalidade. Não é possível eu somos tão inocentes assim.
109 As pessoas vão a igreja e ali estreitam sua mão, riem e lhe chamam um irmão. Fora da igreja eles dirigem um negocinho ilegal que não é exatamente correto para uma pessoa ganhar. Eu não diria que estas pessoas estão aqui no Tabernáculo, porém eu digo que há. Há coisas que as pessoas fazem, e elas ficam diferentes. A menor coisa traz à tona o velho temperamento.

31 - Qualquer coisa já mostra que aquela pessoa falta-lhe um grau a mais de conversão, rapidamente o temperamento vem a tona, rapidamente a razão sobressai, rapidamente fica bicudo ou bicuda;
– “Porque pisou no meu calo, mexeu comigo.”
E isto é falta de conversão. Porque quando você realmente está convertido em Cristo, você se torna uma ovelha. [Amém]. E a ovelha ela vai muda até o matadouro, ela não reclama seus direitos, ela dá tudo que tem, ela fica sem nada, ela dá seu pelo, dá sua lã, da tudo. Mas nós queremos é tudo para nós, nunca daremos nada para ninguém, nunca cedemos nossos direitos, sempre queremos ter os direitos todos na ponta da caneta, na ponta do lápis e tudo na ponta da língua.
– “É meu, é meu, é meu, é meu. Sou eu, sou eu, sou eu.”
Esse “eu” tem que cair pode terra, este “eu tem que morrer. Este “eu” tem que morrer. Agora, não exija isto de ninguém, exija isso de você mesmo, de você mesma, porque isto é algo individual, sempre estamos tentando olhar a vida de quem quer que seja, ou quem ainda não estar vivendo de acordo com aquilo que achamos que tem que estar. E quando você percebe isto, significa que você está com problema. [Verdade].

32 - Geralmente quando se percebe os defeitos dos outros, Jesus disse que era assim, tem uma trave nos seus olhos e você está conseguindo enxergar um cisco no olho da outra pessoa. Você diz:
– “Não sei o que faço, bate de um lado e rebate do outro.”
Não é? Termina todos nós apanhando com as duas mãos, que merecemos.

33 - Observe:
Aquele egoísmo. Abrem os ouvidos para ouvir mexericos ou fazem algo parecido – essa pessoa nunca entrou nesta panela aqui. Que panela ele está falando? A panela dourada que estava dentro da Arca. Tais comportamentos significa que a pessoa não comeu ainda daquela comida, daquele alimento. Vê?
110 Estão fora – estão comendo a mesma classe de Maná. Têm sido trazidos ao acampamento, e é ali onde... no acampamento, no campo, era onde as pessoas obtinham o Maná; e eles estão ali, e esse Maná que eles comem é o mesmo Maná que esse homem aqui come. Ambos têm o mesmo pastor. Lêem a mesma Bíblia. Mas um permanece constantemente fiel e humilde e o outro tem suas altas e baixas; indo assim, entra e sai. Ambos comendo do mesmo Maná, porém um tem entrado e o outro está ainda fora.

34 - Um entrou já para comer no lugar santo da panela dourada que está dentro da Arca, o outro ainda está apanhando Maná do lado de fora, ainda no acampamento. E se estar apanhando ainda o Maná no acampamento significa que ainda não possuiu a terra, porque quando se chega na terra o Maná cessa de cair. O único Maná que resta na terra prometida é o Maná que estar dentro da Arca na panela dourada, não tem outra coisa. Vê?
Ambos são crentes na vida Eterna, porém um é batizado com o Espírito Santo no reino de Deus, e o outro está fora comendo do mesmo Maná. 111 E as pessoas continuam dizendo-nos: “Vocês tem que gritar para poder entrar. Você tem que falar em línguas para poder entrar, você tem que fazer todas essas coisas.” Porém encontramos que essas coisas não funcionam. 112 Eu tenho visto pessoas gritarem que não eram... Eu não posso pensar... não tenho forma de julgá-los e não devia julgá-los. Tenho visto muita gente que grita e que vive qualquer classe de vida. Tenho visto gente dançar no Espírito de um lado a outro do corredor e sair e viver uma vida horrível. Vê? Eu tenho visto a homens e mulheres fazerem isso. Eu tenho visto homens e mulheres dançarem no Espírito, falarem em línguas, gritarem e com um temperamento do qual é melhor não falar.  113 Há algo incorreto... 

35 - Como pode ter Deus e a boca cheia de palavrão? Como pode ter Deus e com a cabeça, com a mente cheia de ira? Como pode ter Deus dentro de si e estar sempre desejando o mau as outras pessoas? Como pode ter Deus dentro de si e não amar seus irmãos? E não amar até mesmo os seus inimigos? Não tem condições. Ele diz –
113 Há algo incorreto, e mesmo assim se alegram com as bênçãos de Deus. Eles crêem nelas; eles têm fé nisso; porém estão no pátio exterior. Não tem entrado no pátio interior. Eles nunca passaram daqui para ali. 114 Isso é o que ocorre com as igrejas hoje em dia. Espero que o vejam. Oh, que coisa, quando posso ver uma demonstração prévia disso, isso me faz regozijar. Vendo que nossa âncora resiste dentro do véu. 115 A Bíblia diz: “Ao que vencer lhe darei uma pedrinha branca e na pedrinha um nome novo escrito, o qual ninguém conhece senão aquele que o recebe.” 116 Não importa o que digam as pessoas. Você sabe quando você tem sido trazido para dentro do véu interior. Amém. [Amém].

36 - Bem, muitos pregadores quando ler isto aqui da pedrinha branca, fica dizendo:
– “Qual será este novo nome? Que novo nome será? Já o temos? Quando vamos receber?”
William Branham quando se refere a isto, ele diz: “Quando a pessoa recebe estas coisas, ele sabe que está no véu interior.” Quer dizer, por trás do véu, ele está no lugar santíssimo se alimentando do Maná que não desvanece, que é a totalidade da Palavra, a revelação da Palavra, a manifestação da Palavra para a dispensação que você está vivendo. [Amém].

37 - Pois bem. 116 Não importa o que digam as pessoas. Você sabe quando você tem sido trazido para dentro do véu interior. Ninguém poderia te dizer algo diferente. Não porque você tenha se unido a uma igreja, ou porque fez isto ou aquilo, mas alguma coisa te diz. Você tem uma pedra que está no coração – não uma pedra de granito, mas uma pedra suave. Esta pedra amolece o seu coração em vez de endurecê-lo. Amém. [Amém].

38 - Que pedra é esta que vem ao coração, não é uma pedra que você segura em sua mão, isto é uma revelação, é um conhecimento que somente os filhos de Deus poderão ter, só eles poderão suportar isto, só eles poderão receber esta dádiva da parte de Deus. Amém? [Amém].

39 - Vamos nos colocar de pé. Onde eu lerei apenas a última citação do culto de hoje. Na mensagem CORÍNTIOS, LIVRO DA CORREÇÃO - 14 de abril de 1957 – Trad. – GO, parágrafo 42 -  
42 Observe. Todos eles tomaram a comunhão. Aquela vida que estava em... Nós sabemos que foi um processo natural, porque aquilo era como uma pequena geada que caía do céu, (o maná) como pequenas bolachas com mel. Vêem? A bolacha era pequena como um biscoito, ou um bolinho, e tinha mel por cima. E todos eles foram participantes daquilo. Cada um passou através do Mar Vermelho e foi batizado através da nuvem e através de Moisés. Seguindo as instruções do servo de Deus, todos eles foram batizados Nele. Todos eles foram seguidores como somos hoje, dirigidos pelo Espírito Santo, o grande Instrutor da Igreja Cristã. Somos guiados através do batismo na água. E ele disse: “Todos eles provaram do mesmo manjar espiritual.” O... O que isto fez? Aquele maná caiu para Coré e para o seu grupo, do mesmo modo como ele caiu para Moisés, Calebe e Josué. Todos eles se misturaram, todos participantes do batismo, todos participantes como membros, todos participantes da confissão, e agora todos participantes da comunhão.

40 - Vocês estão vendo os tipos que é a mesma coisa que acontece agora com a mensagem? É a mesma coisa.
43 Você compreendeu isto? Veja esta solene advertência. E vocês, gente do Tabernáculo, permitam que isto desça profundamente. Recorde, é o seu destino eterno que está pairando bem aí. Não passe por isto como uma pequena agitação ou algo. Isto é algo que diz respeito a cada um. Isto é algo que significa se viveremos futuramente ou não. É importante isto. Será que temos tomado consciência de que o aprendizado que Deus está nos dando, disso dependo o nosso destino, dependo o nosso futuro, depende da nossa vida futura?
44 Eles foram batizados em Moisés através do Mar Vermelho; ... você diz:
– “Mas irmão Branham, isto é uma história tão antiga.”
E ele diz: – “preste atenção nisto! Deixe isto descer profundamente, porque disto depende inclusive seu destino eterno.”

41 - Essa coisa antiga lá do passado. 44 Eles foram batizados em Moisés através do Mar Vermelho; todos eles seguiram aquele mesmo Ser Espírito, a Nuvem e a Coluna de Fogo. Todos eles foram guiados pelo mesmo Anjo. Todos eles saíram através do mesmo pastor. Todos eles foram batizados no mar. Todos eles comeram daquele Maná espiritual e aquele Maná era Cristo. Cristo descendo, o maná descia cada noite do céu e perecia aqui para sustentar o povo em sua jornada. E Cristo desceu do céu e deu a Sua vida: “Para que todo aquele que Nele crê, não pereça, mas tenha Vida Eterna.” Cristo desceu e Se tornou o nosso Maná. 45 Eles comeram das mesmas bênçãos espirituais. Portanto o Espírito Santo pode cair entre o povo tanto cristãos, e os estão mornos e meio crentes, e crentes fronteiriços todos eles comerão do mesmo. Mas isto ainda não significa isso. Não significa nada.

42 - Tantos os crentes verdadeiros quanto os crentes fronteiriços se alimentam da mesma Palavra, ouve as mesmas coisas, se regozijam com as mesmas coisas, mas apenas um entra o outro fica de fora. William Branham disse: “Preste atenção nisto, não deixe isso passar por alto. Que isto desça ao seu coração, porque disto depende o seu destino eterno.” Porque nós estamos representado nas escrituras por aqueles que viveram aquelas historias, ou somos daqueles que ficaram antes do Jordão, ou somos daqueles que cruzaram o Jordão, se estabeleceram na terra e quando maná parou de cair se alimentaram da própria terra. Amém? [Amém].
43 - Senhor nosso Deus e nosso Pai Celestial, ajuda-nos neste instante Senhor a cumprirmos e obedecermos a Tua Voz, a Tua Palavra. Pedimos perdão pelos nossos pecados Senhor, por nossas incredulidades, Tu conheces todas as coisas, e sabe porque temos vindo aqui neste culto, nesta noite para termos este aprendizado. Pai Bendito que o maná do céu que é a Tua Palavra, a mensagem desse dia possa ter livre aceso nos nossos corações, e assim que possamos dá a preeminência aquilo que é a Verdade, aquilo que é a revelação das escrituras. Ajuda-nos Senhor, sustenta-nos em Tuas Mãos, oramos por estas pessoas aqui, e pelos meus irmãos que estão espalhados por este Brasil a fora, pedimos que o Senhor nos ajude e que quando voltarmos outra vez para este lugar, que o Senhor parta o Pão da Vida para nós, e que nos alimente com este Maná que somente aqueles que estão no Espírito podem se alimentar, se regozijar com ele para receber Vida, e Vida com abundância. No Nome de Jesus o Teu Filho nós oramos e Te pedimos estas bênçãos amém. E amém. [Amém].

Que a beleza de Cristo se veja em mim 
Toda sua admirável pureza e amor 
Vem Tu, Chama Divina 
Todo meu ser refina 
Até que a beleza de Cristo se veja em mim

Deus os abençoe e até o culto de domingo à noite se o Senhor nos permitir. Estaremos aqui com o nosso culto de comunhão na Presença de Deus. Orem por este culto, e por cada irmão participante, por todos aqueles que se dirigirão até aqui para juntos cultuarmos na Presença do Senhor. Muito obrigado e até nos encontrarmos outra vez.

Duração 51 minutos e 58 segundo
Digitado por Elisângela Rosendo em Agosto de 2016
Revisão em Outubro 2016 – ir. Rosendo
Próximo estudo sobre “O Livro de Josué”:
54 – O Maná do Átrio Exterior